Conmebol planeja retorno do futebol e prepara protocolo médico

"A saúde estará sempre acima de tudo e as decisões serão tomadas em função dessa premissa", disse o presidente da entidade

por Agência Estado

Campinas, SP, 07 - A Conmebol começou a trabalhar, nesta terça-feira, em um protocolo médico para treinamentos e jogos oficiais para quando forem retomadas as atividades, suspensas pela pandemia de coronavírus. O retorno do futebol na América do Sul, no entanto, ainda é uma incógnita.

Por videoconferência, 22 médicos das seleções sul-americanas, juntamente com membros da comissão médica da entidade, analisaram medidas para prevenir o coronavírus e definir "modalidades de treinamento individual e coletivo; realização de testes em atletas, desinfecção de locais comuns e de higiene pessoal do atleta", de acordo com um comunicado da entidade.

"A saúde estará sempre acima de tudo e as decisões serão tomadas em função dessa premissa", afirmou o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez.

Alejandro Domínguez
Alejandro Domínguez
COMPETIÇÕES SUSPENSAS

Devido ao avanço do coronavírus na América do Sul, a Conmebol suspendeu em 12 de março a Copa Libertadores, depois de completada a segunda rodada da fase de grupos.

A primeira fase da Copa Sul-Americana já havia sido encerrada. Quase imediatamente, os países do continente paralisaram seus torneios.

Com a maioria dos países em estado de isolamento social, é pouco provável que a atividade e os torneios sejam retomados no curto prazo.

RETORNO DE TREINAMENTOS

A entidade explicou que o protocolo para o retorno das equipes se aplicará "primeiro aos treinamentos e depois para as competições." E esclareceu que "eles sempre estarão sujeitos às leis e recomendações de cada país".