Técnico ex-Flamengo exalta Diego Maradona e faz crítica a Messi

Jorge Jesus diz que Messi não tem a paixão pelo jogo como seu compatriota tinha

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 30 (AFI) - O técnico Jorge Jesus, atualmente no Benfica, exaltou Diego Maradona que morreu na semana passada aos 60 anos. No meio do discurso, JJ lembrou a paixão que o argentino tinha pelo futebol e comparou ao atual ídolo Lionel Messi.

FALA MISTER

“O maior, na minha opinião, o maior jogador de futebol da história do mundo. Ele e Pelé. Maradona, não só aquilo que era como gênio, como jogador, tecnicamente. Mas a forma como ele demonstrava. Para mim essa é a diferença do Maradona. É um jogador do topo do mundo, mas tinha paixão pelo jogo. Nasceu para ser jogador do futebol. Nasceu com tudo, com talento, não é um produto trabalhado. Depois, todo sentimento que ele tinha com a bola, com o jogo”, disso o treinador.

Jorge Jesus diz que falta a paixão em Messi. (Foto: Tânia Paulo / SL Benfica)
Jorge Jesus diz que falta a paixão em Messi. (Foto: Tânia Paulo / SL Benfica)

“Eu penso que hoje os dois grandes jogadores do mundo, o Ronaldo e o Messi, o Ronaldo tem um pouquinho disso. Messi não tem nada. Não tem nada que eu digo de paixão. São os dois grandes jogadores do mundo”, completou Jorge Jesus.

EXPLICAÇÃO

O técnico justificou que o que era a paixão em que ele estava se referindo: “Para não me entenderem mal. Não estou a dizer que o jogador, o Messi, não tem paixão. Agora, ele, o futebol, o que é vida, o sentimento de ter paixão pelo jogo, até nisso Maradona é destacado em relação aos outros.”, justificou.