Torcida de clube do Brasileirão "dá prensa" em jogadores na saída da balada

Própria torcida divulgou fotos dos torcedores no "bate-papo" com os jogadores

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 30 (AFI) - O Atlético-MG luta pela liderança do Campeonato Brasileiro e a torcida não quer saber dos jogadores perdendo o foco e, muito menos, na balada sem máscara de proteção. A Galoucura, maior organizada do clube mineiro, intimou o atacante Marrony e o meia-atacante colombiano Dylan Borrero na saída de uma balada em Belo Horizonte.

A própria torcida divulgou fotos dos torcedores no "bate-papo" com os jogadores. Marrony alegou que, como já tinha pego Covid-19, não teria problema de estar lá, sem máscara. Os torcedores, que também não usavam máscara, não gostaram nadinha.

VEJA IMAGENS DA PRENSA NA BOLERADA

Papo reto na saída da balada. (Foto: Reprodução)
Papo reto na saída da balada. (Foto: Reprodução)

"Todos têm acompanhado a 'crise' da covid-19 em nosso elenco e comissão técnica. E hoje, domingo, por volta de meia noite, recebemos a informação que os jogadores Marrony e Dylan Borrero estavam numa balada. Isso mesmo", escreveu a torcida.

"IRRESPONSÁVEIS"
"Em plena pandemia, estes irresponsáveis estão na balada com sério risco de se contaminar com a covid e ainda passar para os demais jogadores. Que irresponsabilidade", seguiu.

O Atlético-MG ainda não se pronunciou, mas torcida fez questão de garantir que irá manter a fiscalização em cima dos jogadores do Galo.

"A fiscalização continua. Independentemente de qual jogador for, nós iremos cobrar. Nós não aceitaremos isso jamais! Nenhum jogador é maior que a instituição", finalizou.