CSA multa estrangeiros após 'balada' e rescinde com Armero, ex-Palmeiras

O Colombiano foi o único a deixar o clube; Manga Escobar e Maidana continuam

por Agência Futebol Interior

Maceió, AL, 22 (AFI) - O CSA confirmou nesta quarta-feira a saída do lateral Pablo Armero. A decisão foi tomada logo após uma reunião entre os diretores do clube, que entenderam que o atleta cometeu um ato de indisciplina em um momento ruim da equipe no Campeonato Brasileiro.

Curiosamente, Armero foi o único dos estrangeiros que estavam na 'balada', segundo o presidente do Conselho Deliberativo Raimundo Tavares, a deixar o clube. Manga Escobar e Maidana foram punidos com multa de 20% do salário. O colombiano também recebeu tal punição, mas acabou se despedindo do Azulão:

"Gostaria de me desculpar com a torcida e com todos do CSA. Infelizmente, as coisas não saíram da forma que a gente esperava, mas deixo meu agradecimento a todos do clube que acreditaram em mim. Também quero deixar claro que em nenhum momento desrespeitei o clube e sua torcida e que em todos os momentos dei o meu melhor para defender essa camisa. Somos seres humanos e infelizmente não tive uma segunda chance para poder provar meu valor para a equipe. Seguirei na torcida para que o CSA alcance seus objetivos e se fortaleça cada vez mais", disse Armero.

Armero não faz mais parte do time do CSA
Armero não faz mais parte do time do CSA
Enquanto Armero vinha sendo titular sob o comando de Marcelo Cabo, Maidana, de 32 anos, e Escobar, 28, estão se recuperando de lesão para ficar à disposição visando a sequência da competição.

CONFIRA A NOTA OFICIAL DO CSA:
"O Centro Sportivo Alagoano comunica que, depois do clube tomar conhecimento dos últimos fatos com os atletas Maidana, Manga Escobar e Pablo Armero, tomou a decisão de multar os três atletas em 20%, e afastar o Pablo Armero do seu quadro de funcionários após um entendimento amigável. Maidana e Manga Escobar seguem seus respectivos trabalhos no CSA"