Vice exalta empenho do Flu para acertar salários e vê 'críticas normais' à gestão

Dirigente exaltou o empenho da direção para conseguir honrar o pagamento dos salários atrasados

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 23 (AFI) - Enquanto o Fluminense segue na sua luta para se afastar da zona do rebaixamento e garantir a sua permanência na elite do Campeonato Brasileiro para 2020, o vice-presidente geral do clube, Celso Barros, resolveu se manifestar por meio de sua rede social para comentar os esforços da atual administração tricolor.

Em um momento financeiro muito complicado vivido pelo Flu, o dirigente exaltou o empenho da direção para conseguir honrar o pagamento dos salários atrasados dos jogadores e disse encarar com naturalidade as críticas direcionadas à gestão liderada pelo presidente Mário Bittencourt.

"Todos nós estamos preocupados com a atual situação do Fluminense. Sabíamos que ao assumirmos encontraríamos muitas dificuldades. Portanto não existiu surpresa. Estamos trabalhando com muitas limitações", disse ele para, em seguida, completar.

"Eu participei ativamente junto com a nossa diretoria pelas contratações de Muriel, Nenê e Wellington Nem, além de Lucas Claro, Orinho e Lucão. As críticas são normais nestes processos, mas o importante é que todos nós tenhamos clareza dos problemas encontrados", afirmou Barros, por meio de sua página no Instagram.

PENDÊNCIAS!
Em seguida, o vice-presidente geral tricolor falou sobre as pendências salariais com os jogadores e aproveitou para pedir que os torcedores compareçam em peso ao Maracanã no próximo sábado, quando a equipe comandada pelo técnico Marcão enfrenta a Chapecoense, às 19h30, pela 28ª rodada do Brasileirão. Para atrair bom público ao estádio, o clube anunciou promoções nos valores de ingressos, com as entradas mais baratas custando apenas R$ 10.

"Na questão salarial, estamos fazendo o possível e o impossível para acertar as questões relacionadas a remuneração. E neste ponto gostaria de ressaltar o enorme trabalho que o nosso presidente tem feito nesse sentido. Mais uma vez, gostaria de solicitar a nossa torcida todo apoio ao jogo de sábado contra a Chape no Maracanã", pediu Celso Barros, que depois finalizou:

"Precisamos todos nós estarmos unidos para que tenhamos êxito neste momento. Quando pudermos sair dessa situação, poderemos discutir o que fazer em 2020, para que possamos ter uma temporada diferente".

O elenco tricolor treinou na manhã desta quarta-feira visando o duelo diante do time catarinense e voltará a trabalhar no período matutino nesta quinta, antes de fechar a sua preparação em atividade na tarde de sexta. Com 29 pontos, a equipe carioca ocupa a 16ª posição do Brasileiro, logo acima do Cruzeiro, que tem 28 pontos e hoje encabeça a zona de rebaixamento, em 17º lugar.