Copa do Brasil: Ídolo do Internacional pede respeito ao Paysandu

D'Alessandro evitou falar que o Colorado é favorito diante de um adversário que está na Série C

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 22 - O meia D'Alessandro não espera um jogo fácil para o Internacional diante do Paysandu, nesta quinta-feira, às 20 horas, no Beira-Rio, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

"Às vezes, o time que vem mais fechadinho acaba causando mais problemas do que aquele que vem para buscar o jogo", afirmou o meia, de 38 anos.

O argentino não admite favoritismo do time gaúcho, diante do adversário que disputa a Série C do Campeonato Brasileiro.

"Isso (favoritismo) só tem no papel. Temos de encarar este jogo como o mais importante para nós até agora."

PRECISA GANHAR
D'Alessandro cobra do time um resultado positivo para que a tranquilidade seja maior no jogo de volta, em Belém.

"Precisamos ter concentração, dedicação, esforço. Não podemos deixar espaços para que erros sejam cometidos", afirmou o experiente jogador.

O atacante D'Alessandro pediu respeito aos jogadores do Internacional com o Paysandu
O atacante D'Alessandro pediu respeito aos jogadores do Internacional com o Paysandu

TUDO PRONTO
A preparação para o confronto chegou ao fim na tarde desta quarta-feira, com um treinamento no CT Parque Gigante.

Sob chuva, o elenco teve um treino tático, no qual o técnico Odair Hellmann trabalho o provável time que deve entrar em campo nesta quinta:

Marcelo Lomba; Zeca, Emerson Santos, Cuesta e Iago; Lindoso, Edenilson, Nonato, D'Alessandro e Nico López; Paolo Guerrero. Rodrigo Moledo, Rodrigo Dourado e Patrick (todos machucados) não estarão em ação.

VAI LOTAR
A diretoria do Inter espera por mais um grande público no Beira-Rio para empurrar a equipe, que soma cinco vitórias e um empate em seis jogos disputados em casa pelo Campeonato Brasileiro e Copa Libertadores.

Pela competição nacional, o time de Hellmann venceu em casa o CSA (2 a 0), o Cruzeiro (3 a 1) e o Flamengo (2 a 1). No maior torneio sul-americano, o time gaúcho bateu o Paladino (3 a 2) e o Alianza Lima (2 a 0), além de um empate com o River Plate (2 a 2).