Palmeiras entra com efeito suspensivo para ter atacante contra o Corinthians

Rony foi suspenso por quatro meses pela Fifa devido a um litígio com o Albirex Niigata-JAP

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 15 (AFI) - O Palmeiras ainda não desistiu de contar com o atacante Rony no clássico contra o Corinthians, na próxima quarta-feira, na retomada do Campeonato Paulista.

O departamento jurídico do Palmeiras entrou com um pedido de efeito suspensivo para que o atacante fique à disposição do técnico Vanderlei Luxemburgo no jogo válido pela penúltima rodada.

Na última segunda-feira, a Fifa comunicou que Rony recebeu uma suspensão de quatro meses por conta de uma reinvidicação do Albirex Niigata-JAP após a saída do atacante para o Athletico-PR em 2018.

Palmeiras tenta o efeito suspensivo do atacante Rony
Palmeiras tenta o efeito suspensivo do atacante Rony
Existe a expectativa também que os representantes do atacante entrem com um recurso no Tribunal Arbitral do Esporte para, pelo menos, diminuir essa suspensão de quatro meses.

O CASO
Em 32 páginas, a Fifa explica o longo imbróglio jurídico que envolve Rony e a equipe paranaense. O caso começou em 2017, quando o jogador deixou o Cruzeiro para reforçar o Albirex Niigata-JAP.

A equipe japonesa sustenta que na época assinou com o atacante um acordo de um ano de empréstimo. Após esse período, haveria uma renovação automática para um vínculo efetivo por mais duas temporadas.

Porém, ao fim do primeiro ano no Japão, Rony deixou a Ásia e assinou com o Athletico-PR. O jogador alegava não existir o acordo de renovação e fechou vínculo com o time. No início deste ano, o atacante se transferiu para o Palmeiras, após longa negociação.

O acordo demorou a ser fechado justamente pela pendência existente entre Rony e o Albirex. Inclusive, esse impasse levou o Corinthians a desistir de contratar o jogador.