Série B: Com cofres vazios, Tiãozinho vende promessa da Ponte Preta por mixaria

Ferroviária teria comprado os direitos econômicos por apenas R$ 2 milhões, apostando no potencial do meia

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 23 (AFI) – Com os cofres vazios e com dívidas a pagar, o presidente da Ponte Preta, Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho, resolveu 'rifar' a maior promessa do clube: o meia Vinícius Zanocelo. Ele foi negociado com a Ferroviária S/A por apenas R$ 2 milhões.

Mas no meio disso, há algo estranho com os valores de sua multa para o mercado interno, conforme estipulada em contrato, era de R$ 10 milhões e de quatro milhões de euros – algo perto de R$ 25 milhões – caso ele fosse negociado com algum clube do exterior. O seu contrato iria até 31 de dezembro de 2021.

RUMO A EUROPA ?
E o seu futuro parece já estar traçado, porque haveria uma ação do novo detentor dos 100% de direitos econômicos de negociar o jogador com o futebol europeu na janela de transferência, no mês de julho.

Mas enquanto segue para Araraquara, Zanocelo já tinha sido sondado por outros grandes clubes brasileiros, como Athletico, Flamengo, Corinthians e Palmeiras. Mas a Ferroviária, dirigida por empresários, abriu negociações na última semana e acabou batendo o martelo.

Vinícius Zanocelo tem 19 anos e está carimbado pela Seleção Sub-20
Vinícius Zanocelo tem 19 anos e está carimbado pela Seleção Sub-20

CARIMBO DA SELEÇÃO
Com apenas 19 anos, Zanocelo foi pouco aproveitado ou não se deu bem nas oportunidades que recebeu no time principal. Em 34 jogos ele marcou apenas um gol, em 2020, diante do Oeste, na Arena Barueri, no empate por 1 a 1 e em jogo válido pelo Troféu do Interior.

O meia, porém, tem a seu favor o fato de já ter sido convocado para a Seleção Brasileira Sub-20. Este carimbo o valoriza no mercado e pode valer milhões em breve. O meia já se despediu dos companheiros e deixou no site oficial do clube uma mensagem de agradecimento à Ponte Preta.

“Agradeço à Associação Atlética Ponte Preta, diretoria, jogadores, funcionários e torcedores por todo o trabalho e carinho que tiveram comigo durante o meu período no clube. Levarei sempre comigo o amor à nossa Macaca e à nação pontepretana. Vocês têm em mim um grande torcedor”.