Paulista A3: Técnico do Noroeste analisa empate e pede tranquilidade: 'Jogo duro'

No jogo de ida, disputado no último domingo (18) em São Paulo, o time de Luiz Carlos Martins não saiu do zero contra o Nacional

por Agência Futebol Interior

Bauru, SP, 19 (AFI) - Na tarde do último domingo (18), o Noroeste visitou e ficou no empate sem gols com o Nacional, no Estádio Nicolau Alayon, em São Paulo, no jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista da Série A3. Após o duelo, o técnico Luiz Carlos Martins pediu para que a equipe siga com pés no chão focado na partida de volta e na classificação.

"Foi um jogo duro, difícil, como tem sido em toda esta Série A3. O adversário teve chances de ganhar e nós também. Agora é parabenizar o grupo, descansar e trabalhar para vencer na nossa casa", declarou o treinador.

No jogo de ida, o Noroeste ficou no empate sem gols com o Nacional (Foto: Bruno Freitas/Noroeste)
No jogo de ida, o Noroeste ficou no empate sem gols com o Nacional (Foto: Bruno Freitas/Noroeste)
Agora, quem vencer na segunda parte das quartas de final, avança dentro do mata-mata do estadual e fica mais perto do aceso. Em caso de mais um empate, a decisão irá para os pênaltis. Noroeste e Nacional voltam a se encontrar no próximo sábado (24), às 17h30, no Estádio Alfredo de Castinho, em Bauru.

MARCA IMPORTANTE
O duelo de ida das quartas de final foi marcante para o meia Igor Pimenta. Isso porque ele completou 50 jogos com a camisa do Norusca. No clube desde 2017, o atleta de 25 anos vive uma das melhores fases de sua carreira e quer ajudar a equipe a retornar para o Paulista A2.

"É uma marca importante com um grande clube, de tradição. Pra mim é motivo de muita alegria e com certeza uma motivação a mais para seguirmos na nossa caminhada. Pena que não fomos coroados hoje com a vitória. Hoje, os gols não saíram, mas, se Deus quiser, vamos vencer em Bauru", comentou o jogador.