Com média de gols alta, Seleção FI da 16ª rodada da Série C vem cheia de goleadores

Outro destaque fica para o treinador: João Brigatti que engatou a terceira vitória seguida à frente do Paysandu e levou a equipe pro G4

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 23 (AFI) - 10 jogos e 34 gols, esse é um breve resumo de como foi movimentada a 16ª rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C. Com uma média de gols alta, a Seleção FI vem recheada de jogadores que balançaram as redes, seja ele de qualquer posição, defesa, meio e ataque. Outro destaque fica para o treinador: João Brigatti que engatou a terceira vitória seguida à frente do Paysandu e levou a equipe de volta para o G4 do Grupo A.

No gol, o goleiro Felipe Garcia foi o escolhido para defender a meta dessa seleta equipe. Isso porque, ele fechou o gol da Tombense diante do Brusque-SC, que segue como líder do Grupo B e ainda ajudou a equipe mineira a vencer por 2 a 0. Já no meio-campo, Jean Dias e Marlon são os cérebros criativos, ambos com dois gols marcados. Mesmo caso do atacante Hamilton, do Manaus, que balançou a rede duas vezes contra o Santa Cruz e forma dupla ofensiva com Keké, da Tombense.

Criciúma e Ypiranga ficaram no empate por 4 a 4
Criciúma e Ypiranga ficaram no empate por 4 a 4


CONFIRA A SELEÇÃO FI DA 16ª RODADA DA SÉRIE C:
Felipe Garcia (Tombense-MG);
Marcos Martins (Botafogo-PB), Gabriel Pereira (Volta Redonda-RJ), Douglas (Ypiranga-RS) e Railan (Jacuipense);
Dudu (Vila Nova-GO), Jean Dias (Criciúma-SC), Fillipe Souto (Ituano) e Marlon (Paysandu-PA);
Keké (Tombense-MG) e Hamilton (Manaus-AM).
Técnico: João Brigatti (Paysandu-PA).


CONFIRA COMO FOI A ATUAÇÃO DE CADA UM:
Goleiro:
Felipe Garcia (Tombense) -
O paredão do Tombense foi importantíssimo na vitória por 2 a 0 sobre o Brusque, líder do Grupo B. Com defesas decisivas, o goleiro impediu que os catarinenses marcassem e tivesse a chance de mudar o panorama da partida. A vitória colocou o time mineiro no G4, em boa posição rumo à classificação.

Lateral-direito:
Marcos Martins (Botafogo-PB) -
Precisando do resultado para se distanciar ainda mais da zona de rebaixamento do Grupo A, o Botafogo-PB fez pressão, mas não conseguiu sair do 0 a 0 com o Remo, na noite desta segunda-feira (23), no fechamento da 16ª rodada. Um dos destaques do Belo foi o lateral-direito Marcos Martins que ajudou tanto defensivamente como ofensivamente quando teve espaço.

Zagueiro:
Gabriel Pereira (Volta Redonda) -
Depois de sair atrás do placar, o Volta Redonda-RJ não desistiu e faze pressão até empatar com o São Bento, pelo placar de 1 a 1, em casa, no Estádio Luso Brasileiro. Apesar de também ter ido bem no ataque, o setor defensivo do Voltaço também mostrou qualidade, entre eles o zagueiro Gabriel Pereira, que todas as vezes que foi acionado, fez bom desarmes e ajudou na contensão.

O Ituano venceu o Boa Esporte por 4 a 3
O Ituano venceu o Boa Esporte por 4 a 3
Zagueiro:
Douglas (Ypiranga-RS) -
Depois de sair atrás do placar, o Ypiranga-RS lutou até o fim e conseguiu chegar ao empate com o Criciúma, pelo placar de 4 a 4, na última quinta-feira, no duelo que abriu esta 16ª rodada da Série C. Houve destaques para ambos os lados, o do Canarinho foi o zagueiro Douglas. Que além de ter ido bem defensivamente, o defensor deixou a sua marca, de cabeça.

Lateral-esquerdo:
Railan (Jacuipense) -
O lateral do Jacuipense foi uma peça essencial para a vitória do time baiano contra o Treze-PB. Com boas investidas no ataque e muito bem defensivamente, o lateral deu uma assistência para o gol de Eudair, logo no início do segundo tempo, que tinha domínio dos adversários.

Volante:
Dudu (Vila Nova) -
O Tigre sofreu mais do que o necessário diante do já rebaixado Imperatriz-MA, que conseguiu abrir 1 a 0. A virada colorada, porém, teve o meio-campista como um dos grandes destaques, já que ele marcou, em cobrança de falta, o gol de empate que iniciou a reação para 3 a 1. No restante, fez uma partida segura, mostrando bastante vigor.

Meio-campista:
Jean Lucas (Criciúma) -
4 a 4, esse foi o placar do duelo cheio de emoções entre Criciúma e Ypiranga-RS que abriu a 16ª rodada. Sem dúvidas, um dos grandes destaques do Tigre no duelo foi o meia Jean Lucas, que marcou dois gols na partida. O primeiro ele completou um cruzamento na área e o segundo, arriscou um chute de fora da área e marcou um bonito gol.

Mesmo jogando fora de casa, o Manaus venceu o líder Santa Cruz
Mesmo jogando fora de casa, o Manaus venceu o líder Santa Cruz
Meio-campista:
Fillipe Souto (Ituano) -
A 16ª rodada foi uma das que mais teve média de gols alta dessa primeira fase. E, não foi diferente na partida entre Ituano e Boa Esporte-MG, na qual o time paulista venceu por 4 a 3. Um dos destaques do Galo foi o meia Fillipe Souto. Além de ter sido o cérebro da equipe ofensivamente, ele fez um bonito gol em um chute de longa distância que morreu no canto esquerdo do gol de Renan Rocha.

Meio-campista:
Marlon (Paysandu) -
Em um jogo aberto, onde os dois lados tiveram chances de sair com a vitória, o meia foi fundamental para deixar os três pontos sob posse do Papão. Autor de dois gols, pavimentou o caminho para a construção de uma vantagem a qual permitiu aos paraenses ter tranquilidade dentro de campo para administrar e frear a pressão visitante.

Atacante:
Keké (Tombense-MG) -
Keké entrou no intervalo da partida e mudou o panorama do jogo. Logo no primeiro lance do segundo tempo, batendo rasteiro, o atacante tirou de Dida e fez 1 a 0 para o Tombense. Dos pés dele, também saiu a jogada do segundo gol. Aos oito, Keké deu uma assistência para Ibson, que fez o segundo gol. A partida terminou em 2 a 0 e o Tombense entrou no G4.

No fechamento da rodada, Botafogo-PB e Remo empataram sem gols
No fechamento da rodada, Botafogo-PB e Remo empataram sem gols
Atacante:
Hamilton (Manaus) -
O Gavião do Norte tinha o já classificado em primeiro lugar do Grupo A, o Santa Cruz-PE, em pleno Mundão do Arruda como oponente em uma rodada essencial. E os manauaras conseguiram importantíssimos três pontos com dois gols do avançado, que garantiu o 2 a 1 ao mostrar muito poder de decisão, oportunismo e atenção, mesmo longe de casa.

Técnico:
João Brigatti (Paysandu) -
Há cinco jogos, o Papão da Curuzu figurava na parte de baixo da tabela, brigando para não cair. Com quatro vitórias, sendo três seguidas, e um empate, o clube paraense mudou totalmente os rumos da sua história na Série C 2020, onde entrou de vez na briga pelo acesso. Agora, buscará manter a boa fase nas últimas rodadas para confirmar uma vaga no G4 e, quem sabe, na Série B.