Funcionário do Tupã é preso em flagrante por estupro no interior de SP

O supervisor da equipe foi flagrado com um adolescente em pleno Estádio Municipal Alonso de Carvalho Braga

por Agência Futebol Interior

Tupã, SP, 01 (AFI) – A sexta-feira amanheceu mais cinzenta no mundo do futebol. Um supervisor do Tupã, supostamente conhecido como Chicão, foi flagrado com um adolescente em pleno Estádio Municipal Alonso de Carvalho Braga na noite desta quinta-feira. Ele será indiciado por estupro.

A Polícia Civil informou que o funcionário da equipe do interior paulista já passou por audiência de custódia e foi levado para uma penitenciária da região, onde aguardará o julgamento. A presidente do clube, Fabiane Bizo Menezes, esteve na delegacia de Defesa da Mulher e prestou depoimento. Outras pessoas devem ser ouvidas ainda nesta sexta.

"O Tupã Futebol Clube está colaborando inteiramente com a Justiça. Fomos pegos de surpresa, pois até então ele se mostrava ser um profissional sério. Mas já se encontra preso e ficará assim até que se prove ao contrário. O Tupã não pactua com nenhuma ação desse tipo, nem com racismo, preconceito, e muito menos com pedofilia. Estamos 100% à disposição da Justiça", afirmou a presidente, em entrevista exclusiva com o Portal Futebol Interior.

Fabiane Menezes ainda explicou que o funcionário não faz parte do quadro de dirigentes do Tupã e que exercia a função de zelador, cuidando do dia a dia do clube. O fato encontra-se em segredo de Justiça.

Estádio Alonso Carvalho Braga foi palco de uma suposta tentativa de estupro
Estádio Alonso Carvalho Braga foi palco de uma suposta tentativa de estupro

O Tupã disputará a Segunda Divisão do Campeonato Paulista (Quarta Divisão) e esteve, inclusive, no Conselho Técnico, na sede da FPF nesta segunda-feira para definir as diretrizes do torneio.