Paulista A2: Destaque do lanterna Votuporanguense, goleiro aponta problemas ofensivos

A equipe marcou apenas três gols em oito jogos e tem o pior ataque da competição

por Agência Futebol Interior

Votuporanga, SP, 25 (AFI) – Mesmo ocupando a lanterna da Série A2 do Campeonato Paulista, o goleiro Edson Kolln acredita que o Votuporanguense está melhorando e que vai se recuperar nas próximas rodadas.

Para o goleiro, o principal problema é o sistema ofensivo, que só marcou três gols na competição até agora, a pior marca entre todos os 16 times.

“Estamos vindo de uma melhora nos últimos jogos e os adversários também têm os méritos deles. Temos que ficar sempre ligados e não deixar tanto espaço para eles. Infelizmente, eles às vezes acabam finalizando e não dá para evitar. A gente martela, mas o gol não sai”, analisou.

Mesmo com o Votuporanguense tendo 13 gols sofridos em oito jogos, a pior marca ao lado do nono colocado Sertãozinho, o goleiro Edson Kolln é uma das principais peças da equipe.

Na última rodada, ele teve atuação destacada e segurou o empate sem gols contra o Rio Claro, que briga na parte de cima da tabela.

“Isso é fruto do trabalho que a gente vem fazendo. Desde a pré-temporada estamos trabalhando com intensidade. Eu já sabia que iria me apresentar ao Votuporanguense e já estava treinando dois meses antes. O professor Wando (preparador de goleiros) é um grande profissional. Isso é reflexo do nosso trabalho”, concluiu.

Tentando escapar da última posição, o CAV volta a campo no próximo sábado, às 16 horas, no Moisés Lucarelli, em Campinas, contra o Red Bull Brasil.